sábado, 3 de janeiro de 2015

Bife Wellington!

Adoro desafios! E numa conversa pelo facebook, o meu querido amigo Chef Tiago Alves, Mestre Chocolatier do Chocolatinho, desafiou a mim e à minha querida amiga Elsa, a fazer um Bife Wellington. Desafio aceite e cumprido!

Demorou um bocadinho a ser feito, pois são muitos passos, mas vale cada segundo que dispensamos para a sua execução.

Não sabia nem metade dos passos, por isso o Chef Tiago Alves ajudou-me por telefone :-D Ou seja, basicamente, toda esta receita é de sua autoria.
Elsa, querida amiga, ganhaste o desafio, pois fizeste sozinha! Eu tive ajudas...!! Estás de parabéns!!

Numa frigideira anti-aderente, colocar um fio de azeite, deixar aquecer bem e selar o lombinho de vaca (usei lagarto) que estava temperado com sal e pimenta. Atenção ao selar, para que não fique demasiada passada a carne, é só para criar uma crosta, caramelizar por fora. Reservar.

Depois piquei duas chalotas, dois dentes de alho e uma variedade de 5 cogumelos (dois deles são dos desidratados que comprei na loja Com Certeza Gourmet - usar conforme a embalagem) e coloquei na frigideira onde selei a carne e ainda adicionei um molhinho de coentros picados. Deixei saltear e reservei. Podemos passar no robot de cozinha para ficar mais em pasta, mas eu gosto de sentir os bocadinhos dos cogumelos.

Fazer os crepes para envolver o lombo, pois se envolvermos o lombo directamente na massa folhada irá ensopá-la. Fiz a minha medida do costume: uma medida de farinha (com uma colher de chá de farinha de cogumelos misturada), uma medida de leite, um ovo, uma pitada de sal e um fio de azeite. Podem ainda colocar algumas especiarias caso não tenham a farinha de cogumelos. Misturar tudo muito bem até fazer uma massa homogénea (caso fique com grumos, a varinha mágica resolve!) e fazer os crepes (médios/grandes) bem finos. Dependendo do tamanho do lombo, assim precisam mais ou menos de crepes. Eu só precisei de dois. Reservar.

Passando para a redução de vinho tinto com vinagre balsâmico, foi meio copo de vinho tinto, meio copo de vinagre balsâmico e duas colheres de mel. Levar a uma frigideira e deixar reduzir, até formar uma consistência de xarope. Reservar.

Agora vamos à montagem!

Agarramos no lombo e barramos com mostarda dijon. Depois por cima colocamos os nossos cogumelos bem picados, envolvemos o lombo com fatias de presunto e depois os crepes. Por cima pincelamos com a redução de vinho e finalizamos com a massa folhada. Depois de bem selada é pincelada com ovo, fazemos uns cortes muito finos na diagonal para respirar e um buraco em cima. Essa "tampinha" de massa vai servir para depois quando o lombo estiver pronto, colocar um bocadinho da redução do vinho e voltar a fechar.




Vai ao forno pré-aquecido entre os 170/180ºC durante 30 minutos, depende dos fornos e da massa. Depois de pronto, retirar a tal tampinha e colocar duas a três colheres de sopa da redução para dentro do lombo. Deixar repousar cerca de 10 minutos e servir.


Eu acompanhei com batata doce assada no forno com paprika. Cortei a batata em rodelas, coloquei sal, pimenta, paprika e um fio de azeite. Envolvi tudo muito bem e foi ao forno, dispostas em cima de papel vegetal. Cerca de 15 a 20 minutos. Virar as batatas e deixar por mais 10 minutos.

E como me tinham sobrado cogumelos salteados, juntei aos acompanhamentos, com a redução do vinho.



Caso a redução tenha ficado demasiado xaroposa, peganhenta, voltar a pôr ao lume que ela volta a ficar mais líquida.


E assim concluí o meu desafio... Estava divinal! Um sabor transcendente! Usem bons cogumelos, bom vinho, boa carne, bons produtos e terão um prato surpreendente!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...