sábado, 19 de Abril de 2014

Páscoa Feliz... com Cabrito & Ninho da Páscoa!

Nesta Páscoa temos Cabrito e um Ninho da Páscoa!

Costuma ser a tradição cá em casa o cabrito, e para variar o tradicional cabrito no forno, fiz em caldeirada.

É uma receita de autoria da minha vizinha D. Fernanda e fica de lamber os dedos! Muito grata!! :-)

No fundo do tacho, põe-se azeite, cebola às rodelas (a tapar o fundo), alho, louro, tomate pelado, pimentos (salto este ingrediente) e batatas às rodelas.
Depois põe-se a carne e depois se quisermos volta a repetir os ingredientes todos, se não, em cima da carne volta-se só a por uma camada de batatas. Não esquecer de sal e pimenta.
Depois rega-se tudo até tapar todos os ingredientes com: vinho branco, champanhe, cerveja, vinho do porto, whisky, brandy... Não é obrigatório pôr as bebidas todas!!! Mas também se quisermos pôr mais alguma bebida fica sempre bom!!! Eu costumo pôr as bebidas todas!! Tapa-se o tacho e coze em lume brando, sem destapar.
Coze cerca de 45 min ou até a batata estar tenra e a carne também. Prova-se para rectificar temperos ou ajuste nas bebidas. É uma receita sem porções, pois depende do tamanho do tacho e do número de pessoas... Tenho feito sempre tudo a olho e sai sempre bem!


O Ninho da Páscoa é feito com a minha receita de bolo de laranja, depois rega-se com chocolate que derreteu em banho-maria e polvilha-se com fios de ovos (os meus são de compra...) e decorado a gosto.


Receitas simples e com muito sabor para uma Páscoa serena e sem stress!

Uma Santa Páscoa!!

segunda-feira, 17 de Março de 2014

Rolinhos de Frango com Queijo Creme & Acelgas

Gosto de pedir no talho um frango inteiro e o meu talhante, por gentileza, corta-me o frango em 6 pedaços e o peito faz em bifinhos.

Fica muito versátil e é uma excelente maneira de comer o peito que é uma parte que ninguém aprecia muito por ser seca.

Desta vez inventei uns rolinhos com sobras...

Peguei nos bifinhos, pus sal e pimenta, folhas de acelga que já tinha 2 dias de frigorífico, uma colher de chá bem cheia de arroz do dia anterior, uma colher de café de queijo creme e com algum jeito tentei enrolar, prender com palito e salpiquei com panko (ou em alternativa pode ser pão ralado).

Foi ao forno cerca de 20 a 25 minutos a 170/180ºC (conforme os fornos...) até se ver que o frango está cozinhado.

Acompanhei com uma salada de tomate, coentros e os talos das acelgas (pois nos bifinhos só pus a folha, o talo não ia deitar fora...!!!)

Muito simples, muito rápido e uma maneira de se aproveitar arroz!!!

domingo, 16 de Março de 2014

Tarte de Ruibarbo & Maçã

Eis uma tarde que eu já andava à uns tempos para fazer desde que vi no 24 Kitchen a Filipa Gomes a fazer.

Fiz uma versão mais light mas ficou deliciosa à mesma! A repetir, sem dúvida!

Descobri ruibarbo na minha praça e agora não quero outro fruto! Adoro fazer crumble com ele, mas desta vez decidi fazer a tarte.

  • Comece por fazer a crocante massa juntando no processador 200 gr de farinha de trigo, e 100 gr de farinha de trigo integral, ambas sem fermento.
  • Junte em seguida ½ colher de chá de sal, 3 colheres de sopa de açúcar mascavado (só pus uma), e 2 pitadas de canela.
  • Triture uma vez e adicione 180 gr de manteiga sem sal gelada (pus 150 gr, penso que podemos substituir por margarina ou margarina de soja) e cortada em cubinhos e entre 80 e 100 ml de água gelada.
  • Triture novamente até obter uma massa e depois separe 1/3 e achate para formar 2 discos.
  • Embrulhe em película aderente, e leve ao frigorífico durante 30 minutos.
  • Entretanto ligue o forno a 200 graus e faça o recheio.
  • Junte numa tigela 3 chávenas de morangos partidos em quartos (pus maçãs) e 5 talos de ruibarbo cortados em pedaços (pus mais porque os meus talos eram pequenos, mas é a nosso gosto).
  • Adicione 1 cháv. de açúcar mascavado (pus só duas colheres de sopa), 5 colheres de sopa de amido de milho (pus 2 colheres de sopa de farinha normal), 1 colher de chá bem cheia de canela, ½ colher de chá de sal e as raspas de 1 limão (pus o sumo de ½ limão).
  • Estique 2/3 da massa que entretanto refrigerou e forre a tarteira.
  • Corte a restante massa em tiras.
  • Pincele a base da tarte com um pouco de manteiga (passei este passo), preencha com o recheio e coloque as tiras por cima, entrelaçadas, de forma a fazer um xadrez.
  • Pincele com uma gema de ovo misturada com 1 colher de chá de água (passei este passo) e polvilhe com um pouco de açúcar mascavado.
  • Leve ao forno durante 20 minutos, e, passado esse tempo, reduza o calor para 175 graus e deixe mais 20 minutos, até a crosta ficar dourada e o recheio maravilhoso.
A massa não ficou muito bem porque o meu processador é pequeno e já não está a funcionar muito bem...

Mas ficou muito saborosa, crocante, é o que interessa :-) Recomendo!


sábado, 15 de Março de 2014

Bolo de Chocolate & Cardamomo

Quando nos apetece chocolate este bolo preenche as nossas necessidades por completo!!!

A receita é da Rachel Allen e preencheu-me de tal maneira as medidas que não fiz qualquer alteração!

150 gr manteiga
300 gr chocolate (70% cacau no mínimo)
5 ovos
50 gr açúcar amarelo
meia colher de chá de canela
meia colher de chá de cardamomo

Derreter o chocolate e adicionar a manteiga. Mexer e reservar.
Separar as gemas das claras e bater as gemas bem com 25 gr de açúcar.
Depois adicionar o chocolate já arrefecido, o cardamomo e a canela.
Bater as claras com o resto do açúcar.
Adicionar as claras ao resto do preparado e envolver.
Colocar tudo na forma untada e vai ao forno a 180ºC durante 20 a 25 min.
Retirar e deixar outros tantos minutos dentro da forma para arrefecer.
É um bolo que vai crescer mas depois irá abater no centro
Deliciar-se com esta pequena e simples maravilha... Assim ou acompanhado com crème fraîche...

sexta-feira, 14 de Março de 2014

Mini - Folhados de Morcela com Ananás

Se há coisa mais famosa aqui da gastronomia Açoriana, é a morcela com ananás!

É uma combinação que desafia o melhor dos palatos!!

Desperta sabores e sentidos de todas as maneiras! Só provando para saber do que falo!!

Comprei uma morcela caseira no talho no outro dia e só utilizei metade e a metade que sobrou e quis fazer algo diferente com ela e lembrei-me do showcooking que houve no evento Wine in Azores, com o Chef Leonel Pereira e o Fernando Mendes. Achei imensa graça aos mini-folhadinhos que fizeram!

Não tem nada que saber: é só pegar em massa folhada, cortar em rectângulos, desenhar com a ponta da faca um rectângulo por dentro e dentro desse rectângulo pomos morcela aos bocadinhos e ananás. Deixar os rebordos limpos de conteúdo que é para a massa subir.

Depois vai ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 20/30 min ou conforme os fornos. É até ver que a massa folhou e está dourada.

Uma forma de apresentar morcela com ananás muito sublime :-)

Obrigada Chef por esta receita tão simples, tão nossa e que fica um mimo em festas e pelos showcookings daqueles 3 dias tão mágicos!!!

quinta-feira, 13 de Março de 2014

Carbonara com Almôndegas de Perú e Cenoura

Simples, rápido e cheio de sabor!

Retirar o interior de 4 salsichas de perú frescas e misturar com 2 cenouras raladas. Não temperei porque as salsichas frescas que compro já vêm temperadas.

Fazer bolinhas e passar por uma frigideira com um fio de azeite, até alourarem. Reservar.

Cozer o esparguete em água abundante e sal. Enquanto a massa coze, prepara-se o molho e junta-se numa taça 2 gemas, com 50 ml de natas de soja, queijo parmesão ralado a gosto e uma concha de água do esparguete (devagar) e mexe-se rapidamente para as gemas não cozerem. Quando o esparguete estiver cozido, escorrer e juntar as almôndegas e o molho (fora do lume). Adicionar mais queijo ralado e um fio de azeite. Polvilhar com salsa picada. Servir de imediato.

quarta-feira, 12 de Março de 2014

Sobremesa de Iogurte Rápida

Não sabendo o que fazer para sobremesa, agarrei em broas de mel de cana (tenho sempre na minha caixa dos biscoitos, dura bastante tempo!), esfarelei para dentro de uma taça, misturei numa taça à parte um iogurte cremoso de frutos vermelhos e uma colher de sopa de queijo creme, coloquei por cima dos biscoitos e fiz maçã caramelizada (uma noz de manteiga com sal, duas ou três colheres de sopa de açúcar, deixar caramelizar e adicionar a maçã). Deixar arrefecer ligeiramente e colocar por cima do iogurte. Vai ao frigorífico para refrescar e está pronto! (Eu como tinha pressa pus 15 min no congelador...). Polvilhei com sementes de papoila.
Uma verdadeira surpresa!!

terça-feira, 11 de Março de 2014

Crispy de Morcela e Ovos Mexidos

Na base desta receita, desta fiz fiz com a variante de morcela.

Depois de fazer os cestinhos da mesma forma, fiz ovos mexidos e adicionei morcela regional e enchi os cestinhos de massa filo. Polvilhei no fim com cebolinho.

Para acompanhar, cozi acelgas a vapor, depois num wok salteei cogumelos em um fio de azeite e um dente de alho, e quando os cogumelos murcharam adicionei as acelgas, sal, pimenta e um restinho de bife grelhado que andava perdido no frigorífico, partido aos bocadinhos. No fim polvilhei com coentros picados.

Numa tacinha à parte, pus o resto dos ovos mexidos com morcela que tinha sobrado, que já não coube nos cestinhos.

E assim se faz uma refeição super rápida e com muito sabor!

sábado, 1 de Março de 2014

Melting Moments...

Como é que um simples biscoito nos pode dar tanto prazer na vida...? :-D
Pois é, estes melting moments são mesmo momentos deliciosos e que se derretem na boca... São uma espécie de areias, mas sabem tão bem!

A receita é da Julia Taylor, do Marterchef Austrália e na altura tiveram imenso sucesso e eu, claro, deixei-me derreter por eles!

A Julia tem um site cheio de coisinhas boas que dá vontade de experimentar todas, mas desta vez foram só os melting moments.

180 gr de manteiga sem sal
60 gr de farinha custard
60 gr de açúcar em pó
1 colher de chá de fermento
180 gr de farinha de trigo


Bater a manteiga até ficar fofa.
Adicionar a farinha custard  e depois o açucar em pó.
Peneirar a farinha de trigo e o fermento e depois adicionar à massa anterior.
Mexer só até se juntar tudo.
Fazer bolinhas e achatar com um garfo.
Vai ao forno pré-aquecido a 180ºC por 12 a 15 min até estarem ligeiramente dourados.
Eu pus canela por cima de alguns antes de ir ao forno.
A Julia sugere fazer sandwichs com creme de baunilha e doce de framboesas.
Eu para a próxima vou experimentar por chocolate em pó ou cacau em pó na massa ;-)


domingo, 23 de Fevereiro de 2014

Bolo de Banana da Madeira com Ananás dos Açores!

Este bolo veio mesmo a calhar quando vi a Filipa a confeccioná-lo no 24Kitchen.

Tinha bananas da Madeira congeladas e tinha um ananás dos nossos a amadurecer na fruteira.

Qual o desfecho? Um bolo de banana da Madeira com ananás dos Açores!

A receita diz para prepararmos o caramelo para forrar a forma, mas como estava com pressa foi com caramelo de compra... Mas para quem queira fazer o caramelo aqui fica:

Leve ao lume 180 gr de açúcar. Deixe caramelizar.

Entretanto descascamos e cortamos em fatias finas 1 ananás dos Açores.

Quando o caramelo já estiver pronto, tire-o do lume, e use-o para forrar o fundo de uma forma. Deixe arrefecer ligeiramente, antes de acrescentar o ananás em círculos.

Aquecer depois o forno a 180ºC, e fazemos o buttermilk, juntando 1 colher de chá de sumo de limão e 100 ml de leite gordo. Enquanto o leite está a coalhar, batemos 2 ovos com 170 gr de açúcar, até obter um creme fofo.

De seguida, trituramos 5 bananas da Madeira com a ajuda de um garfo e adicionamos algumas gotas de limão para não oxidarem.

Juntar 100 ml de margarina derretida ao creme de ovos, seguidos do puré de banana. Bater tudo, antes de acrescentar o leite coalhado.

Por último, peneirar 1 chávena e meia de farinha de trigo com fermento e ½ colher de chá de bicarbonato de sódio para dentro da taça, e envolver até ficar homogéneo.

Vertemos a mistura sobre o ananás e levamos ao forno durante 1 hora.



Bom Apetite!!

sexta-feira, 14 de Fevereiro de 2014

Dia dos Namorados!

Neste dia cheio de amor, só penso em comidinha para partilhar e nada melhor que petiscada!!

Para mim Dia dos Namorados tem que ser festejado no conforto da nossa casa, sem grandes requintes, simplesmente muito amor e carinho!

Sendo assim, várias são as ideias que se pode colocar em cima da mesa para dividir a dois.

|Salada de Orelha
Para quem gosta, este prato é uma iguaria à moda portuguesa! Eu não resisto, principalmente quando está bem temperada!
A orelha tem que ser comprada no talho de confiança e o talhante (se for nosso amigo) arranja-nos a orelha de forma a que quando chegamos a casa só temos que raspar com a ponta da faca pela orelha toda.
Depois de estar bem limpa, coze-se pelo menos 1h (quem tenha panela de pressão reduz o tempo para 20 min.) só com água e sal. Depois de bem cozida, desliga-se o lume e deixa-se a arrefecer dentro da panela (fica mais macia). Corta-se depois em bocadinhos, tempera-se com pimenta, muitos coentros, cebola muito bem picada, pickles e um pouco da água dos pickles, a gosto (ou em alternativa - vinagre). Quem gosta de alho cru também poderá juntar (mas eu acho que fica muito forte...)


|Gambas fritas
Deixar a cabeça, descascar e dar um golpe nas costas da gamba para retirar o veio. Numa frigideira, colocar azeite, manteiga, louro e um dente de alho aberto e adicionar as gambas. Deixar fritar até ganharem cor. Virar e deixar ganhar cor também. Não demora muito tempo. Quem gosta de picante pode introduzir também. Com cuidado fazer o flambé com whisky. Deixar apurar e servir ainda quentes. É de lamber os dedos...


|PopCorn de Camarão
É uma ideia que ouvi falarem num programa do Masterchef Austrália e decidi fazer a minha versão.
Fiz um polme, com 200 gr de farinha e 300 ml de água com gás. A ideia é ficar com um polme não muito grosso mas também não pode ser muito fino porque depois não pega aos camarões. Adiciona-se sal, pimenta, alho em pó, louro em pó, paprika, piri-piri e orégãos (ou ervas de provence). Misturar muito bem e colocar as gambas que foram descascadas, limpas (tirar o veio) e cortadas aos bocados. Introduzir no polme, envolver bem e colocar em óleo quente para fritar. Ter atenção pois frita muito rápido. Uma tentação!! Também se pode fazer como um panado: envolver a gamba em farinha, depois ovo e por fim pão ralado ou panko. Depois frita-se ou para um resultado mais "light" vai ao forno.


|Mini folhados de salsicha com mozarella
A ideia foi do Jamie Oliver, e diga-se que é uma excelente ideia para quando temos pressa e queremos uns folhadinhos de salsicha! Eu fiz a minha versão, claro! Estendemos a massa filo, pincelamos com azeite ou manteiga entre cada folha e depois polvilhamos com panko ou com pão ralado (para dar ainda mais o efeito crocante) e colocamos as salsichas, quase na diagonal, umas a seguir às outras. Depois queijo mozarella em cima, pimenta e orégãos. Enrolamos e cortamos do tamanho que queremos. Vai ao forno até a a massa estar dourada (é muito rápido!). Serve de petisco, aperitivo, entrada ou até mesmo um prato mais leve.


|Nuggets de frango
Um petisco que pode ser quase uma refeição. Com um peito de frango, cortar em bocadinhos, passar por farinha ovo e panko e vai ao forno com um fio de azeite. Fica super crocante e acompanha com molhos. Molho de iogurte (iogurte natural, um toque de limão, fio de azeite, sal, pimenta e molho chili de compra) e molho mostarda. Depois é só desfrutar e ser guloso...!


|Lollipops de Parmesão
Esta excelente ideia foi num dia que estava a ver a Lorraine Pascale na tv. Super simples, super rápida e tão saborosa! É mesmo o conceito que gosto! Basta ralar queijo parmesão! Num tabuleiro, colocar papel vegetal, um aro de moldar e colocar o queijo parmesão dentro do aro com sementes de papoila para contrastar ou com tomilho ou cebolinho. Tirar o aro muito devagar e colocar um pauzinho. Pôr mais queijo por cima do bocadinho do pau que está a tocar no lollipop e vai ao forno. É muito rápido! E tão saboroso...


|Palmiers salgados
Com massa folhada é simples e rápido, para rechear com o que tivermos no frigorífico. Estes foram de queijo e fiambre. Estender a massa folhada rectangular, colocar fatias de fiambre e queijo e começar a enrolar as duas pontas em direcção ao centro. Depois é cortar com a grossura desejada.


|Espetadas de Caprese
É uma ideia da Filipa Gomes, alterei pouca coisa...
Num espeto coloquei tomate cherry, fatias de presunto, rúcula e queijo mozarella em bocadinhos, pois aqui não achei o mozarella às bolinhas. Para finalizar pus o meu molho pesto, caseiro e salpiquei com coentros e nem as pus no forno.


|Empadas de frango
Nada como uma bela dentada nestas empadas de frango irresistíveis... Receita aqui


|Cheesecake de Lima
Já tinha feito uma vez um cheesecake mas não me saiu muito satisfatório... Tentei esta receita que agora não a largo! É da autoria da Siba's Table.
Para a base, trituro um pacote de bolachas (200 gr) digestivas e depois coloco dentro de um tachinho onde está a derreter 100 gr de manteiga. Envolvo bem e coloco na base de uma forma de fundo amovível.
O creme é feito com 250 gr de queijo creme (à temperatura ambiente), bate-se e junta-se uma lata de leite condensado. Voltar a bater e juntar de seguida o sumo e raspa de duas limas. Bater à parte 250 gr de natas e adicionar ao preparado. Colocar o creme todo na tarteira e vai ao frio. Decorar com raspas de lima.
Acho este cheesecake tão simples e tão bom que não necessita de compota por cima.
Também já fiz com a versão "desconstruído"!



|Azeitonas temperadas & Húmmus
Azeitonas com orégãos, azeite e alho. Também já fiz com queijo de cabra. O húmmus a receita está aqui.


|Maneesh com queijo derretido
Uma excelente opção para degustar a dois. Receita aqui.

|Cocktail's
Caipirinha de Morango & Caipiroska de ananás
Uma excelente maneira de iniciar a refeição ou de terminar uma bela noite...! A caipirinha de morango é feita com aguardente branca, gelo e alguns morangos esmagados e outros inteiros para decoração. Umas folhinhas de hortelã e fica uma delícia! Para a caipiroska de ananás é feita com vodka e ananás esmagado. Um bocadinho de ananás para decorar e folhas de hortelã. É só escolher qual o melhor...


Agora é só escolher, fazer as combinações perfeitas e mãos à obra!!

Bom Apetite & Feliz Dia dos Namorados!!

quarta-feira, 22 de Janeiro de 2014

Maneesh

O que eu ADORO este pão...!!!

Faço com muita frequência... Tenho sempre o meu pão dos 5 minutos em reserva, mas este está sempre a sair cá em casa.

Fica excelente no dia seguinte e aguenta na perfeição! Também é óptimo aberto e torrado. O Paul Hollywood dá a sugestão de uma pasta de beringela (que um dia tenho que experimentar) mas este ficou de lamber os dedos com camembert que foi ao forno com mel e açafroa (era para ter colocado nozes mas não havia...!!)


Não é dos mais fáceis, mas não é nada difícil. Demora o seu tempo mas vale mesmo a pena!

A receita é do Paul Hollywood.
Basicamente é uma receita de fleatbread, um pão do Médio Oriente, e tem uma cobertura de sementes de sésamo e ervas.

Misturar tudo: 500 gr de farinha, uma pitada de sal, 25 gr de açúcar e 10 gr de fermento. Adicionar 20 ml de azeite e os 270 ml de água tépida. Usando os dedos, misturar os ingredientes. Gradualmente, adicionar mais água tépida (90 ml) até toda a farinha se despegar dos lados da tigela e termos uma massa mole (podemos não precisar de toda a água, a massa tem que estar mole, não "peganhenta"...)

Colocar um fio de azeite na bancada de trabalho e pôr a massa. Amassar por 5 a 10 min. A massa estará "molhada" ao início mas irá formar uma massa suave depois de amassada.

Depois de amassada, colocamos a massa numa tigela oleada e cobrimos. Deixamos a levedar até duplicar de tamanho (pode demorar até 2h).

Depois de levedar, devemos retirar-lhe todo o seu ar, mexendo na massa com o nó dos dedos (não é amassar!)

Colocar papel vegetal num tabuleiro e pomos a massa, com o feitio que quisermos. Eu costumo dividir em duas. Depois ponho uma massa no centro do tabuleiro e vou enpurrando para os cantos. Fica um rectângulo, do tamanho do tabuleiro e com os dedos marcados, tipo focaccia.


Tapamos novamente e deixamos levedar por mais 20 min.

Pré-aquecer o forno.

Por fim misturamos sementes de sésamo com ervas aromáticas (costumo pôr ervas de provence, mas podemos variar entre orégãos, manjericão, tomilho, flor de sal... é a combinação que quisermos!) e azeite (não mais do que duas colheres de sopa) até termos uma "pasta" e vamos espalhando por cima do pão.

Vai ao forno por 15 min a 230ºC (ou até verem que está cozido...).

Fica dourado e crocante por cima e fofo por dentro.


Deixar arrefecer em cima de uma rede.



Bom Apetite!!

segunda-feira, 20 de Janeiro de 2014

Winter Minestrone Soup

Eis uma sopa que faz jus ao seu nome!! É mesmo uma sopa de Inverno para nos aquecer bastante! Muito reconfortante... Adoro estas sopas assim!

Vi esta receita no programa da Ina Garten e disse logo que seria uma sopa para mim!!

É uma sopa de origem italiana, bastante espessa e composta por imensos vegetais. Não tem nenhuma receita específica, pois pode ser confeccionada com os vegetais da época ou vegetais que tenhamos em casa. Tem nos seus ingredientes obrigatórios massa ou arroz e feijão.

Num tacho colocar azeite (pouco) e uma embalagem de bacon em tirinhas. Deixar a refogar por cerca de 8 min.

Depois adicionar uma cebola média, 2 cenouras médias, um alho francês pequeno (só a parte branca), 400 gr de abóbora, 2 dentes de alho e alguns ramos de tomilho, tudo cortadinho muito pequeno. Deixar cozinhar por 10 min.

Adicionar depois uma lata de tomate pelado em pedaços, 3 medidas da lata de tomate com água, uma folha de louro, sal (pouco), pimenta e deixar ferver. Cozinhar por 30 min.

Retirar a folha de louro e os paus do tomilho e se os pedaços de legumes estiverem muito grandes para o vosso gosto amassem ligeiramente com o esmagador de batatas, mas o original é deixar em pedaços, têm é que ficar pequenos ao início quando os cortamos.

Depois juntar uma lata das grandes de feijão branco cozido (não pus toda, só cerca de 10 colheres de sopa) e a sua água (cerca de 10 colheres de sopa também).

Adicionar massa miúda a gosto. Se a sopa estiver muito grossa adicionar mais um bocadinho de água. Por fim, ao mesmo tempo da massa, colocar um molho de agriões ou espinafres e deixar murchar. Depois um copo de vinho branco (cerca de 150 ml) e deixar cozer a massa e evaporar/cozinhar o álcool. Eu ainda adicionei uma colher de sopa de pesto e para quem gosta, quando a sopa estiver no prato, polvilha-se com queijo parmesão.

Acompanha com pão torrado, com alho esfregado e regado com azeite.

Aquece-nos a Alma & o Coração!!

domingo, 19 de Janeiro de 2014

Tablete de Chocolate Personalizada!

Eis uma ideia que poderá servir para presentes de Natal ou presentes de Aniversario ou até mesmo para a nossa cara metade ou simplesmente quando nos apetece mimar os amigos ou até mesmo nós próprios! Não há nada melhor do que ter uma tablete de chocolate personalizada!


Por mais que gostemos de chocolate, nunca têm tudo o que queremos, por isso toca a pôr mãos à obra e criar um chocolate com aqueles ingredientes que tanto gostamos.
Se for para o Dia dos Namorados, pesquisem bem o gosto dele/dela ;)

Derreti em banho maria uma barra de um bom chocolate preto, com alto teor de cacau. Adicionei-lhe uma colher de sopa de manteiga para dar um acabamento brilhante e sedoso e uma pitada de canela.

Entretanto desenhei um rectângulo no papel vegetal para as linhas servirem-me de guia quando for verter o chocolate e não ficar um rectângulo de chocolate muito torto!!

Virei a folha ao contrário, para o carvão do lápis não ficar em contacto com o chocolate e verti o chocolate para cima da folha.

Com a ajuda de uma espátula, fui empurrado o chocolate para os cantos do rectângulo desenhado e assim fui espalhando até ter o chocolate mais ou menos nivelado.


Por cima vamos pondo o que quisermos. Este foi feito com:
* Avelãs torradas e descascadas partidas grosseiramente
* Damascos secos cortados grosseiramente
* Cramberies secos (não sei a tradução...) cortados grosseiramente
* Pimenta moída na hora (esqueci-me de pôr nesta tablete que mostro na foto...!!!!)
* Folhas de tomilho frescas


Não esquecer de ter todos estes ingredientes prontos para colocar logo em cima do chocolate antes que ele seque!

Depois de tudo colocado, ou fica a secar ao natural, ou se forem gulosos como eu, põe-se no frigorífico para prender mais rápido.


Bom proveito!!

sábado, 18 de Janeiro de 2014

Rolo de Carne com Ovo!

Nunca apreciei muito rolo de carne... Mas este é de comer e chorar por mais!

Fica suculento e tem vários sabores! A repetir!!

Numa tigela colocar 500 gr de carne picada com as 3 fatias do pão do dia anterior embebidas em leite, um ovo, sal, pimenta, piri-piri e o cebolinho. Misturar tudo gentilmente.

Estender a mistura em cima de papel vegetal e formar um rectângulo. Colocar por cima 2 cenouras raladas, 2 fatias de fiambre, 2 fatias de queijo e 2 ovos cozidos (coze-se os ovos só o suficiente para a gema ficar líquida, não mais do que 5 minutos e após cozerem ficam em água fria para parar cozedura).


Com a ajuda do papel vegetal, formar um rolo. Apertar bem e polvilhar com Panko (ou em alternativa, pão ralado). Vai ao frigorífico para a carne ganhar consistência. Após 15 min, retirar do frigorífico e vai ao forno a 180ªC por 25 min ou até a carne estar cozinhada e dourada por cima.

sexta-feira, 17 de Janeiro de 2014

Focaccia!

Eis um pão que eu já andava para fazer a algum tempo, até que vi a receita do Arco Íris na Cozinha e decidi fazer! Também tinha visto o programa dos Hairy Bikers em Itália e realmente achei que seria um pão divinal!

É um fleatbread que já vem da Roma Antiga e era cozinhado nas brasas do fogo. "Focus" significa "coração do fogo" em Latim.

Então juntando as duas versões, deu nisto :)

500 g de farinha
1 saquetas de fermento seco (7 gr)
2 tbsp de azeite
300 ml de água morna
1 colher de chá de sal (se polvilhar com flor de sal por cima, este passo ficará omitido, na minha opinião)
mistura de 5 pimentas
tomilho fresco q.b. ou outras ervas (pus alecrim seco)
azeite q.b.

Numa taça colocar a farinha, o fermento e o sal e envolver tudo.
Juntar o azeite, a água morna e misturar tudo muito bem. Amasse bem durante 5 a 10 minutos manualmente ou 5 minutos no robot de cozinha. Deixar repousar por 1 hora.

Num tabuleiro de forno colocar uma folha de papel vegetal, pincelar com óleo vegetal ou em spray.
Estender a massa sobre o tabuleiro, com a ponta dos dedos vamos empurrando para os cantos.

Cobrir o tabuleiro com película aderente e deixar repousar em local seco, quente e sem correntes de ar, para a massa levedar mais 30 min. (costumo deixar dentro do forno, desligado, só depois dos 30 min. é que pré-aqueço o forno a 230ºC).

Faça algumas "covas" na massa. Regar o pão com azeite a gosto, para as "covas" ficarem com azeite e temperar com pimenta e flor de sal a gosto e adicione folhas de tomilho fresco ou outra erva seca (eu pus alecrim).

Levar o pão ao forno pré-aquecido nos 230ºC entre 20 a 25 minutos, até o pão estar cozido: dourado e crocante no exterior e fofo no interior.


Podemos pôr o que quisermos por cima, tipo pizza: tomate cherry com manjericão, queijo mozarella ou podemos polvilhar com outras especiarias ou até mesmo azeite aromatizado...

sexta-feira, 6 de Dezembro de 2013

Bolachinhas de Aveia, Côco & Lima

Como é bom comemorar!

Esta receita é para agradecer a todos os que me seguem e aos novos que possam vir!

O meu Muito Obrigada!!

Já somos 100!!

Então em modo de comemoração, deixo aqui uma receita da Joana Roque.

Umas bolachinhas de Aveia, Côco & Lima.

A receita fala em laranja, mas como eu não tinha, pus o que havia... Lima! E dá um toque de frescura espectacular às bolachas! Fiz com farinha integral e reduzi nos açúcares para fazer menos mal! :-)

São mesmo muito boas! A repetir!!

125 g de farinha integral
1/2 colher de bicarbonato de sódio
80 g de açúcar amarelo
80 g de açúcar
1 colher de chá de fermento em pó
125 g de manteiga
1 ovo
1 colher de chá de extracto de baunilha
raspa da casca de 1 lima
150 g de flocos de aveia
100 g de côco ralado

Bata a manteiga com os açúcares.

Acrescente depois o ovo batido e o extracto de baunilha e bata até obter uma massa lisa.

Junte a farinha com o fermento e o bicarbonato de sódio e acrescente à mistura anterior, assim como a raspa da lima, os flocos de aveia e o côco. Misture bem.

Com uma colher de sopa coloque colheradas da massa em tabuleiros previamente forrados com papel vegetal, e tendo o cuidado de deixar cerca de 5cm entre as bolachas para estas não se colarem durante a cozedura.

Leve a forno já aquecido a 180ºC, cerca de 10 a 12 minutos. Retire e deixe arrefecer numa grade antes de as guardar num recipiente fechado, como uma lata ou caixa plástica. (Não se esqueça que ao retirar as bolachas elas estarão moles. Ao arrefecerem vão endurecendo - não as deixe ficar tempo demais no forno!)

domingo, 24 de Novembro de 2013

Bolo de Maçã, Canela & Avelãs

Um bolinho de maçã, canela e avelãs para lembrar os aromas de Natal, seguindo as indicações da Luisa Alexandra :-)

Tinha visto a receita da Luisa e decidi fazer com os ingredientes que tinha em casa e optei por não fazer em quadrados e sim em formato de bolo.

Piquei cerca de 100 gr de avelãs com a faca e reservei.
Cortei 2 maçãs em quadradinhos e reservei com uns pingos de limão para não escurecerem.
Bati 4 ovos com 180 gr de açúcar.
Juntei 100 gr de margarina derretida, sementes de papoila q.b., 1 colher de café de extracto de baunilha e as avelãs e envolvi.
Por último juntei 250 gr de farinha peneirada e 1 colher de sobremesa de fermento em pó e 1 colher de sobremesa de canela.
Não bati muito para depois o bolo ficar mais leve.
Adicionei as maçãs à massa e coloquei tudo numa forma de fundo amovível untada.
Foi ao forno pré-aquecido a 180ºC cerca de 20 min. (depende dos fornos) até ficar castanhinho.

Um bolo muito aromático e que deixa um agradável aroma pela casa!

sábado, 23 de Novembro de 2013

Mini - Folhadinhos de Salsicha

Não é bem uma receita, mas sim uma ideia bem rápida de fazer uma entrada!

Quase que nem preciso de explicar muito... As imagens falam por si.

É um trabalho em série que podemos sempre pedir ajuda aos filhos ou marido para ajudar :-)

Uma embalagem de massa folhada em rolo, que se corta primeiro ao meio, depois ao meio novamente, sempre ao longo de toda a massa, de uma ponta à outra, para ficar em quartos e depois esses quartos são cortados ao meio e esse triângulo que obtemos é novamente cortado ao meio :-) Espero ter-me feito entender. Ficamos com 16 mini folhadinhos.

Colocamos uma colher de café de mostarda dijon ao longo de cada triângulo e metade de meia salsicha, ou seja, uma salsicha dá para 4 triângulos de massa folhada. Umas folhinhas de tomilho fresco fica muito bom, mas eu não tinha...

Depois é só fechar como mostra a imagem.

Coloca-se num tabuleiro forrado de papel vegetal pincela-se com ovo. Pode polvilhar-se com sementes de papoila. Vai ao forno pré-aquecido até estar bem dourado.

sexta-feira, 22 de Novembro de 2013

Frango de Fricassé

Esta é a minha simplificada versão de frango de fricassé.

Vai de encontro à receita que tenho num dos livros da vaqueiro :-)

Num tacho colocar azeite, uma noz de margarina e uma cebola picada. Deixar refogar um pouco e colocar 1/2 frango partido aos bocados limpo de peles e gorduras.

Deixar cozinhar ligeiramente e depois juntar água, o suficiente para tapar o frango (não é preciso estar totalmente submerso e de preferência água a ferver para não parar a cozedura) e adicionar sal e pimenta.

Deixar cozinhar durante 45 minutos em lume brando.

Findo esse tempo, fazer o molho à parte: 2 gemas com o sumo de 1/2 limão. Mexer bem e juntar ao frango fora do lume, em fio para as gemas não cozerem.

Levar novamente ao lume para engrossar. Polvilhar com salsa picada.

Servir com arroz branco ou puré.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...