domingo, 24 de maio de 2015

Uma receita bem "emarmitada"!

Com o desafio lançado, toca a por mãos à obra!

Com a ajuda da minha Borner cortador de legumes, consegui criar uma receita para colocar na minha SmartBento da SmartLunch. Tenho feito esta receita algumas vezes, pois para além de fazer bem à saúde (beringela), adoro a combinação de sabores. Resultou na perfeição, fica excelente, leve e ainda dá para incluir uma saladinha na SmartBento! E com a Borner cortador de legumes, já não houve as reclamações de que "tem beringela, não gosto" e "pedaços de tomate grandes não..."! Crianças e adultos mais exigentes, agora já não há desculpas!

Tenho a receita para o programa "Low FODMAPs" e versão sem restrições.

Aqui, a única diferença foi realmente o corte da beringela e do tomate




Utilizei duas beringelas e três tomates. Cortado assim, desfaz-se tudo muito melhor e o molho fico grossinho e com muito sabor. Nesta receita lembrei-me de colocar cogumelos laminados.

Para "emarmitar" a receita, foi só colocar a massa no compartimento de baixo e a salada de mizuna foi no compartimento de cima. Cinco estrelas!! E por surpresa minha levava bastante comida!!



sábado, 23 de maio de 2015

Jantar de Amigos! Muita petiscada!!

Mais um jantar de amigos, mais umas petiscadas!


Voltámos à ideia só dos petiscos, nada de pratos principais!

Então tinhamos as famosas moelas do João Tomás, assim como o seu pica-pau dentro do pão! Queijinho branco (fresco) com a famosa pimenta da terra.



O famoso queijo da Ilha e cogumelos salteados com courgete.


A Sofia levou as suas tão afamadas empadas, sem serem de massa folhada, assim como a sua Focaccia, que ultimamente tanto se tem falado.



Tínhamos os meus rolinhos de courgete com ricotta e atum. Tive a ajuda preciosa da minha querida Borner! Ah pois! Mesmo indo para casa de amigos, eu levo a Borner!!

Depois de laminadas as courgetes, vai a grelhar numa chapa bem quente. As minhas não precisaram de azeite, pois não houve o perigo de pegar. Uma frigideira também serve!

Depois é só encher com ricotta (meia embalagem) e uma lata pequena de atum. Temperar com sal e pimenta, hortelã em juliana e colocar numa ponta da tira da courgete e começar a enrolar. Finalizar com sementes de sésamo pretas e uma folha de hortelã.

Uma entrada bem fresca, leve e que surpreende. A ideia foi retirada do Blog Sweet Gula.



Não sobraram muitos para contar a história! Mas assim se revelou o maravilhoso prato que a minha querida Mãe fez especialmente para mim! :) Sim, claro que o levei para casa dos meus amigos!! Gosto de exibir o que é perfeito!!

Para sobremesa tinhamos o Crumble de Maçã da Sofia e eu fiz Pudim de Chia, com Manga, Côco, Canela e Cacau.


Foi uma receita que retirei do 24Kitchen, do programa Prato do Dia, com a Filipa Gomes. Só modifiquei 2 ingredientes.

Num liquidificador, coloquei duas mangas (não eram muito grandes), uma lata de leite de côco, canela (a receita original dita cardamomo) a gosto e cerca de três colheres de sopa de xarope de ácer (a receita original dita mel) ou até verem que está doce o suficiente para vós. Vai a triturar até ficar um creme bem aveludado.

Entretanto, numa taça, colocar cerca de meia chávena de sementes de chia, verter o creme, misturar bem, e aguardar que as sementes ganhem a goma característica delas (cerca de 5 minutos) e colocar em frascos, ou tigelinhas. Vai ao frigorífico cerca de 3 a 4 horas. Vão ver que ficará com a consistência de pudim! E o sabor será bem tropical! Finalizar com cacau em pó.



Viv'á Felicidade e os Amigos!

quarta-feira, 20 de maio de 2015

Pudim Geladinho!

Hoje trago um docinho bem fresco para os dias de calor que se aproximam! É um bocadinho calórico, mas muito bom! É uma receita que já vem da minha sogra!

2 pacotes de natas
1 lata de leite condensado
1 lata de pêssegos em calda
Raspa de um limão
Cerca de um pacote de palitos la reine (mais ou menos 300gr)

Cortamos os pêssegos aos bocadinhos e reservamos.
Batemos as natas e quando estiver quase em chatilly, juntar ao leite condensado e finalizar com raspas de limão.
Misturar sem bater e reservar.

Molhar os palitos na calda dos pêssegos e forrar uma tigela ou uma forma. Eu fiz numa forma.


Depois com o que resta dos palitos, esfarelamos e vamos pomos alternadamente, os palitos esfarelados, o creme e os pêssegos, dentro da forma , sendo a última camada de creme. Decorar a gosto.


Vai ao frigorífico, mas eu arrisquei e pus no congelador, para que fique mesmo firme. Se for só ao frigorífico fica cremoso, fica um creme bem aveludado, no congelador fica bem firme. Ficou espectacular, mas aconselho antes de servir, retirar do congelador cerca de 10 minutos antes, para que não esteja completamente congelado. Seguindo as indicações de uma amiga virtual, a São (Rapa Tachos), se colocarmos folhas de gelatina no creme, ele irá ficar firme, sem haver necessidade de congelador. Obrigada querida São, pelo conselho deixado nos comentários! Um dia experimento! Apesar de a ida ao congelador lhe dar aquele aspecto /sabor/textura de gelado!! Fica a dica!!




Isto é daquelas sobremesas que nunca falham, super fáceis e rápidas de se fazer e agradam a toda a gente!

segunda-feira, 18 de maio de 2015

SmartLunch - A Marmita ideal para marmitar em qualquer lado!



Agora vou "emarmitar" uma receita para a minha SmartBento!


O conceito da SmartLunch é assim...
"Um conceito integrado não só de produto mas também de lifestlyle. Proporcionar a qualquer pessoa a possibilidade de, comodamente, transportar a sua comida e bebida com segurança e conforto para fora de casa, de forma a poder experienciar os seus sabores e hábitos alimentares caseiros longe do lar.
Quem diz almoçar no escritório diz num banco de jardim, numa praia, na universidade, num centro comercial, sentado num relvado num dia lindo de sol, aproveitando a sua preciosa pausa diária onde quiser, com quem quiser, comendo o que gosta, demorando tanto ou tão pouco tempo quanto aquele de que acha que dispõe porque não teve de encontrar um restaurante, deslocar-se até lá, esperar para ser servido, pagar e antes do fim dessa breve hora ainda conseguir voltar ao escritório a tempo. Não! Nós queremos compras e cabeleireiro, ar livre e convívio, uma escapadela até à praia há hora de almoço para sentir os pés na areia a olhar para o mar, comendo a nossa comida onde bem nos apetece. Na praia do Barril por exemplo..."

Borner Cortador de Legumes!

Quem disse que as segundas feiras são horríveis??

A minha começou lindamente, com esta parceria! Borner V3!

https://www.facebook.com/pages/Borner-cortador-de-legumes/294791543904177?fref=ts

Vai facilitar-me imenso na cozinha, faz inúmeros cortes nos alimentos, o que torna a preparação da refeição muito mais rápida e prática.

Agora irei com certeza incluir muito mais facilmente vegetais nas minhas refeições! Quantas vezes já demos por nós a dizer: "Hmmm, até me apetecia uns legumes aqui nesta receita, mas só o trabalho de picar e cortar..." Até mesmo só a questão de picar a cebola em menos de 5 segundos, já é uma ganhadora!!


Recomendo vivamente esta maravilha, não há que ter medo dela, pois com o protector de dedos temos a total segurança de que só os legumes vamos cortar e o desperdício é ínfimo!

Dêem um olhinho no site e aguardem por receitas novas por estas bandas!

Que me dizem de um Workshop onde se utilize quase exclusivamente a Borner?

A mim, só me cabe agradecer do fundo do coração à Borner e à Maria Pereira por esta parceria e toca a dar azo à imaginação!

domingo, 17 de maio de 2015

World Baking Day!

Hoje é Dia de Bake Something para alguém que amamos!!


As pessoas que amo e que queria dedicar este dia e o meu bolo eram muitas, e em pensamento assim foi, mas a comer foi só eu e o marido!!


Fiz um bolo simples, e recheei com nectarinas e creme de iogurte e queijo creme.


O bolo segui a receita base, que utilizo para os bolos mais simples:

Bater 4 gemas com 150 gr de açúcar até ficar com um creme esbranquiçado. Adicionar 200 gr de manteiga amolecida, uma colher de chá de extracto de baunilha caseiro. Juntar 200 gr de farinha peneirada com uma colher de chá de fermento e mexer bem. Bater as claras em castelo e incorporar na mistura anterior. Verter a massa para uma forma de fundo amovível previamente untada.

Vai ao forno pré-aquecido a 180ºC durante cerca de 40 minutos ou até o palito sair limpo.

Depois de retirar do forno, deixar descansar e enquanto ele arrefece, faz-se o creme.

Uma embalagem de queijo creme à temperatura ambiente, bater até ficar creme, sem grumos. Adicionar um iogurte natural e um iogurte natural grego. Bater até formar um creme espesso. Adicionei uma colher de chá de canela e mais uma de extracto de baunilha, assim como duas colheres de sopa de xarope de ácer. Se adicionar os iogurtes naturais açucarados, esqueça este passo.

Depois de arrefecido, cortar o bolo ao meio, rechear com nectarinas e o creme (guardar algum para a decoração em cima, assim como as nectarinas). Colocar a parte de cima do bolo com cuidado e fazer o mesmo: colocar o creme e depois decorar com as nectarinas, assim como hortelã e flores comestíveis (amores perfeitos, por exemplo).

O bolo ficou espectacular de sabor, assim como de apresentação. Fresco e nada pesado!


sexta-feira, 15 de maio de 2015

Dia da Família!

Hoje é Dia da Família!

Família significa união, amor, carinho, companheirismo, amizade, compreensão e boa comida!

Quando reunimos a família é sempre uma desculpa para fazermos os melhores pratos e aprimorarmos os nossos dotes culinários! Ou não...

Não tenho a minha família comigo, só tenho o marido, mas estão sempre no meu coração e nestes dias imagino o que lhes faria para ser um dia com muita alegria ao redor da mesa!

Para este dia sugiro algo que nos una ainda mais, algo que não traga constrangimentos nem grandes requintes, algo que nos ponha bem dispostos, pois ao fim e ao cabo, somos todos do mesmo sangue! Por isso, porque não algo que se coma à mão??

Frango Grelhado com Batata Doce e Molho de Iogurte e Pêra Abacate

O frango é com pele, ligeiramente golpeado para grelhar melhor, temperado com sal, pimenta e paprika. Quem pode, grelha no exterior, pois é motivo para um maior convívio. Quem não pode, grelha nos eléctricos ou até mesmo no forno.

As batatas doces são cortadas em rodelas e temperadas com sal, pimenta, paprika e um fio de azeite. Misturar bem e vai ao forno. Fica tipo batata frita, mas de forno!

O molho, bom... é complicado explicar o molho, pois faço sempre a olho... mas a receita base é para uma embalagem de iogurte, uma pêra abacate esmagada. Um fio de azeite, sal, pimenta, vinagre balsâmico ou de champanhe ou lima, uma colherinha de mel e às vezes ponho uma colherinha de mostarda, outras vezes ponho molho de soja e corto no sal, outras ponho ervas aromáticas frescas... É conforme me apetece variar! Ah e nunca esquecer de uns pinguinhos de picante! Neste pus uma variante de tomate seco, da Ponti (excelente sabor) bem picado. Finalizei com ervas provence e sementes de sésamo pretas.

De certeza, que com este prato, vai haver muito boa disposição à volta da mesa, cada um com um pedacinho de frango na mão, poder pegar nas batatas à mão também, para de seguida ir molhar no molho!! Hmmmm!!


Este prato teve ainda mais relevância para o dia da Família porque foi empratado num prato que a minha querida Mãe fez!! Lindo!! Amei! Pena que aqui não se note, mas fica a imagem dele vazio. Um dia farei uma receita onde se veja o logótipo.


Feliz Dia da Família!!

domingo, 3 de maio de 2015

Eton Mess!

Tinha visto no Instagram uma amiga com um bolo de babar! Ela dizia que tinha ido buscar a receita à Coco & Baunilha.

E eu lá fui bisbilhotar! Um bolo lindíssimo, fofo e com umas cores angelicais!

Decidi fazer a minha versão, de maneira a que ficasse com umas cores outonais, pois com o tempo que tivemos no fim de semana, estava mesmo a pedir um bolo assim!!

Então temos:

5 ovos
140g de manteiga (usei margarina líquida vaqueiro)
6 c. (sopa) de natas (como não tinha fiz buttermilk - 200 ml de leite com 2 c. sopa limão)
280g de farinha c/ fermento
75g de amêndoa moída (usei nozes pecans moídas)
180g de açúcar (só pus 150 gr - chegou perfeitamente)
1 c. (café) de  pasta de baunilha (ou essência)
1 pitada de sal
400g de morangos
50g de  suspiros ( usei restos de pavlova) (e eu usei uns biscoitos de S. Jorge)
Amêndoa laminada q.b. (usei nozes pecans)
Açúcar em pó p/ polvilhar (não pus pois queria dar um aspecto mesmo rústico, outonal...)

Forrar um tabuleiro 20x30cm com papel vegetal (o meu era maior). Juntar a margarina, as natas (neste caso buttermilk) mexer até ficar homogéneo e reservar.  Peneirar a farinha, adicionar as nozes pecans moídas e reservar. Laminar metade dos morangos para a cobertura e cortar grosseiramente a outra metade.

Bater os ovos com o açúcar e a baunilha durante 6 ou 7 minutos, até obter um creme esbranquiçado e bastante volumoso. Juntar a margarina + natas e bater até ficar integrado. Por fim juntar a farinha com as nozes e envolver delicadamente. Envolver os morangos cortados.

Deitar a massa na forma e por cima espalhar os morangos laminados,  bocados do biscoito partidinho e nozes pecans. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºC durante 35 a 40min. ou até o palito sair seco. Desenformar e deixar arrefecer completamente numa grelha. No momento de servir, polvilhar com açúcar em pó (eu saltei esse passo).

Não ficou tão alto porque a minha forma era maior, logo não cresceu como na foto original, mas ficou fofo, nada seco, e com um sabor inesquecível, pois aqueles biscoitos de S. Jorge vieram a dar o toque perfeito! A junção de texturas é para lá de bom!!

Adorei e tenho que repetir!

Os biscoitos comprei na casa dos queijos




sábado, 2 de maio de 2015

Sugestões para o Dia da Mãe!

Deixo aqui uma ementa sugestiva para mimar a nossa Querida Mãe!

Para entrada sugiro alguns patês, por exemplo o húmmus, patê de pêra abacate, cogumelos recheados, bruschettas, ou até mesmo salmão fumado com molho de iogurte e aconselho a fazerem pãozinho (Focaccia) ou Maneesh com Baba Ganoush (pasta de beringela) ou queijo camembert derretido!

Para prato principal, de peixe, sugiro o chowder ou um à brás de camarão com um Rosé bem fresco da Quinta da Sequeira ou risotto (tenho várias receitas).


Para sobremesa um docinho que consola a alma: Chocolate! Ou seja, uma tarte de fruta com ganache, ou então um parfait de framboesas, um "de-constructed" cheesecake, ou até mesmo algo mais saudável, como as tacinhas de mousse de chia com fruta.

E assim termino este menú, espero que seja do vosso agrado!

Bom Apetite!!

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Pêra Abacate com recheio de Atum e Tomate Seco!

Vi esta ideia numa página do Facebook da Ramirez e decidi fazer a minha versão.

A receita original é da autoria da Filipa Vaocndeus. Muita falta nos faz pois tinhamos muito para aprender com ela...

2 pêras abacate esmagadas (conservar a casca intacta), 4 colheres de sopa de ketchup, 1 colher de sopa de whisky, 1 lata de atum, 1 molhinho de coentros, 1 pedacinho de rúcula, sal, paprika, tomate seco picado e 1 iogurte natural.

Mistura-se tudo e coloca-se nas "meias cascas" que reservámos. Decora-se com azeitonas, paprika e coentros. Acompanha com pão torrado.

Tão simples quanto isso!

Se tiverem uma tábua WoodFlavors vão ver a alegria que vai ser quando chegarem à mesa com esta iguaria!



quinta-feira, 30 de abril de 2015

À Brás de Camarão!

Quando estive no Jantar Vínico nos Paladares da Quinta, o ano passado, houve uma receita que nunca mais me saiu da cabeça! Esta!!

Achei que era perfeita para acompanhar o meu Rosé da Quinta da Sequeira bem fresquinho!!

Assim sendo, é só por as mãos à obra!

Faz-se tal e qual como o de bacalhau ou salmão, mas desta vez com camarão.

Descasca-se e retira-se o veio dos camarões. Reserva-se.

Pica-se uma cebola e coloca-se num tacho, com um fio de azeite. Deixamos refogar e quando a cebola estiver translúcida coloca-se o camarão. Nessa altura também coloquei um dente de alho picado para não queimar. Deixar os camarões saltear, temperar com sal (muito pouco) e pimenta. Quando estiverem rosa, já estão no ponto. Nessa altura colocamos as batatas palha, dá-se uma voltinha para encorporar todos os sabores, retira-se do lume e junta-se os dois ovos batidos com um bocadinho de leite, para amaciar. Envolver bem, salpicar com coentros e o calor residual irá cozinhar o ovo, portanto temos que ser rápidos se queremos o à brás mais molhadinho.

E voilá! Pronto!!

terça-feira, 28 de abril de 2015

Huevos Rancheros à minha maneira! E um sorriso!

Hoje é Dia do Sorriso! E este, sem dúvida, é um prato que me coloca um sorriso no rosto! Por ser fácil e por ser tão bom! Várias texturas e vários sabores!

Huevos Rancheros (Rancher's Eggs) é um pequeno almoço típico Mexicano que comia quem trabalhava nos campos.

O tradicional é ovos estrelados, com tortilhas e molho de tomate. Feijão, arroz, abacate ou guacamole eram acompanhamentos comuns. (comem bem de manhã!!)

Pegando na receita base, decidi inventar! Não fiz para pequeno-almoço mas sim para jantar!

O molho de tomate, faço de uma forma bem rápida.

Uma lata pequena de tomate, uma cebola, um dente de alho, um copo de vinho tinto e outro de água e coloco tudo dentro do copo da varinha mágica. Passar tudo muito bem e deitar num tacho com azeite. Deixar cozinhar e apurar. Entretanto coloquei um pedacinho de queijo parmesão que estava um pouco seco já dentro do frigorífico. Cortei em quadradinhos em deixei que ele se fundisse no molho. Rectificar temperos, sal e pimenta, Terminei com coentros picados, cebolinho e as algas (alface do mar).

Depois acrescentei aos meus huevos rancheros salsichas salteadas e cogumelos. (um fio de azeite numa frigideira e saltear os cogumelos e salsichas até ganharem uma corzinha.)

Para substituir o arroz, eu fiz bolinhos de quinoa.

Acho um excelente substituto do arroz e ainda por cima faz-se da mesma maneira, ou seja, num tachinho com 2 chávena de água, levanta-se fervura e adiciona-se uma chávena de quinoa, que foi bem lavada, um dente de alho e sal q.b. Mexer bem, tapar, reduzir o lume e deixar cozer cerca de 15 minutos ou até a água desaparecer. Desligamos do lume, acrescentamos um fio de azeite, mexemos bem e deixamos tapado mais 15 minutos.

Depois, num prato misturamos panko, coentros, pimenta e queijo parmesão ralado e moldamos bolinhos de quinoa (tipo hamburguers) e passamos pela mistura do panko. Colocamos num tabuleiro forrado com papel vegetal e borrifamos os bolinhos com azeite em spray. Vai ao forno pré-aquecido, até dourar, cerca de 15 a 20 minutos.

Depois é montar tudo. Num prato, colocar uma tortilha, um bolinho de quinoa, um ovo escalfado em cima, rodeamos com as salsichas e cogumelos salteados, azeitonas e terminamos com o molho.


Feliz Dia do Sorriso! Já Sorristes Hoje??

(Imagem tirada da net)

sexta-feira, 24 de abril de 2015

Risotto de Gumelos com Salmão grelhado!

Adoro estas coisas! Ir à horta e podermos apanhar a nossa comida, os nossos cultivos!
Assim foi! Apanhei os meus Gumelos e lá fui eu para a cozinha fazer um belo risotto!


Num wok, um fio de azeite e salteei os Gumelos. Acrescentei 100 gr de risotto e envolvi bem. Refresquei com 1 copo pequeno de vinho branco, deixei evaporar o álcool e num copo tenho 250 ml de leite, que vou juntando aos poucos, mexendo sempre em cada adição (adicionar o líquido quando o anterior estiver totalmente absorvido), sempre em lume médio/brando. Um procedimento que dura 12 minutos (ou até verem que o grão está cozido al dente). Não esquecer do sal. Termino com uma colher de sopa cheia de queijo creme e deixo mais 2 ou 3 minutos. Ao servir, polvilhei com pimenta moída na hora e cebolinho fresco picado.

O salmão foi feito de uma maneira que podemos utilizar também com frango.


Deixar duas postas de salmão fresco a marinar em 1 colher de sopa de molho de soja, duas colheres de sopa de azeite, raspa e sumo de meio limão, uma noz de gengibre ralado, 1 dente de alho ralado, 1 colher de sopa de mostarda dijon. Massajamos bem o salmão com esta marinada e deixamos no frigorífico pelo menos 30 minutos e no máximo 6 horas.

Vai a grelhar no grelhador eléctrico (infelizmente...!) cerca de 15 minutos. Não esquecer de deixar a repousar mais 5 minutos, tapado com papel de alumínio, para não arrefecer.

Nunca comi um risotto de cogumelos tão saboroso! Só a questão de saber que os Gumelos eram cultivados por nós, fica logo com outro sabor, mas também os Gumelos são mesmo saborosos!! Adorei e já estou a pensar onde vou aplicar a próxima rodada dos Gumelos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...